Atendimento: 2ª a 6ª feira das 9h às 18h - Sábado das 9h às 14h

Blog do Chef

09 Abr 2019 Comentários 0
Tipos de nutrientes: quais eu devo consumir?

Tipos de nutrientes: quais eu devo consumir?

Uma alimentação saudável é responsável por promover nossa qualidade de vida, pois faz nosso organismo funcionar de maneira correta e responder a todas as funções. Por isso, é fundamental mantermos uma dieta balanceada, equilibrada e que contenha todos os tipos de nutrientes essenciais para a nossa saúde.


No entanto, a tarefa não é tão simples. Conquistar uma alimentação saudável requer uma rotina de horários, quantidades certas de refeições e alimentos de qualidade, que forneçam ao nosso corpo substâncias como fibras, cálcio, carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e outros minerais.


Essenciais para o desempenho de nossas atividades diárias, esses nutrientes têm funções específicas no nosso organismo e podem ser encontrados em diversos tipos de alimentos. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!


Nutrientes energéticos


Como o nome indica, a principal função dos nutrientes energéticos é fornecer energia necessária para o bom funcionamento do organismo. Isso é feito por meio dos carboidratos, proteínas e gorduras.


Os carboidratos funcionam como combustível para o corpo, assim como as proteínas. Elas, no entanto, também auxiliam na construção dos músculos e tecidos, enquanto as gorduras (lipídios) transportam vitaminas e protegem os órgãos vitais do corpo.


As proteínas são encontradas nas carnes brancas e vermelhas, peixes, ovos, leguminosas como feijão, lentilha, soja e grão-de-bico e no leite e derivados, como requeijão, iogurte e queijo. Boas fontes de gordura são o azeite, a manteiga, as azeitonas e os óleos vegetais.


Já os carboidratos podem ser encontrados em verduras, legumes, frutas, cereais, como arroz e milho, no macarrão e no pão e ainda, em tubérculos, como batata, mandioca, inhame e outros.


Nutrientes reguladores


Essenciais para manter corpo e pele hidratados, os nutrientes reguladores são encontrados basicamente em alimentos de origem vegetal, como frutas, verduras e legumes, que fornecem ao nosso organismo fibras, vitaminas e minerais.


O consumo frequente faz com que o sangue distribua água e demais nutrientes por todo o corpo. Isso possibilita que os músculos recebam as substâncias necessárias para se manter em pé, além de deixar cabelos e unhas nutridos e saudáveis.


Exemplos de alimentos ricos em nutrientes reguladores: espinafre, cenoura, beterraba, couve, abobrinha, laranja, abacate, ameixa, pimentão e outros.


Nutrientes construtores


Os nutrientes construtores têm a função de construir as células do sangue e novos tecidos em nosso organismo — principalmente aqueles referentes à massa muscular e à cicatrização de cirurgias e feridas.


Além disso, auxiliam no crescimento durante a infância e adolescência, fortalecem o sistema imunológico e são essenciais para manter uma boa saúde durante o processo de envelhecimento.


Por isso, alimentos ricos em nutrientes construtores devem ser consumidos diariamente. Entre eles, podemos destacar sementes de gergelim e de linhaça, leites e derivados, carnes, frango, peixes, ovos, leguminosas e oleaginosas, como amêndoas, avelã, nozes e castanha de caju.


Nutrientes extras


Apesar de serem importantes fontes de energia, os nutrientes energéticos extras, como gorduras, açúcares e óleos devem ser consumidos com moderação. Afinal, eles concentram pouco valor nutricional e grande quantidade de calorias.


No entanto, não devem ser excluídos da alimentação, pois, todos os alimentos são importantes para o processo de constituição e funcionamento do organismo.


Uma boa alimentação deve conter todos os tipos de nutrientes, além, é claro, das fibras vegetais — essenciais para manter o intestino atuando de maneira saudável. Para auxiliar nesse processo, a pirâmide alimentar é uma importante aliada, pois ela indica as quantidades de cada alimento que devemos consumir.


De acordo com a estrutura, o grupo energético deve ser priorizado, pois são as principais fontes de energia para o organismo. Em seguida, estão os alimentos reguladores, como hortaliças, frutas e leguminosas que fornecem proteínas, vitaminas e minerais.


Quase no topo da pirâmide se encontram os alimentos construtores: carnes, ovos, leite e derivados. O consumo deve ser limitado a duas vezes ao dia. E, por fim, se encontram os alimentos energéticos extras, como óleos, açúcares e gorduras, que devem ser consumidos esporadicamente.


Como você pode ver, todos os tipos de nutrientes são importantes para o nosso organismo, por isso, devemos incluí-los em nossa alimentação de maneira saudável, variada e equilibrada.


Esse conteúdo foi útil para você? Então, deixe seu comentário no post e compartilhe sua opinião com a gente.

Comentários