Atendimento: 2ª a 6ª feira das 9h às 18h - Sábado das 9h às 14h

Blog do Chef

02 Mar 2017 Comentários 0
Entenda a importância da alimentação saudável

Entenda a importância da alimentação saudável

Um levantamento recente feito pela Organização Mundial da Saúde constatou que quase metade da população da América Latina e do Caribe está hoje em sobrepeso. Os maiores impactos dessa realidade, de acordo com a OMS, estão sobre as mulheres e, cada vez mais, sobre as crianças.


Mais de 360 milhões de pessoas são obesas atualmente na região, sendo que o sobrepeso já se tornou uma preocupação dos governos tão importante quanto a fome e a desnutrição.


Essa estatística serve para pensarmos um pouco mais a respeito da qualidade da nossa alimentação. O ritmo acelerado da vida atual, muitas vezes, nos faz relaxar; colocar em segundo plano as preocupações com a alimentação saudável.


O que você tem feito para garantir a qualidade da sua alimentação?


Alimentação saudável e exercícios regulares ajudam a controlar o peso


Ter uma dieta equilibrada e fazer exercícios regularmente ajuda muito a evitar o excesso de peso. A alimentação saudável aliada ao costume de ser fisicamente ativo é essencial para manter uma relação harmoniosa com a balança.


Além disso, alimentação equilibrada e exercícios físicos podem melhorar a saúde cardiovascular, aumentar o sistema imunológico e aumentar bons níveis de energia.


O ideal, logicamente, é consultar um nutricionista para receber recomendações bem fundamentadas de como se alimentar, pois cada organismo deve ser visto como único. Os profissionais da nutrição ajudam as pessoas a encontrar a melhor dieta de acordo com as suas próprias necessidades e objetivos.


O que pode ser considerado uma alimentação saudável


De uma maneira bem simples, podemos dizer que o hábito de comer saudável é consumir alimentos não processados (in natura), nas quantidades adequadas ao seu estilo de vida. Eliminando ou evitando ao máximo os ultraprocessados (industrializados como salgadinhos e doces)


Quanto mais naturais forem as refeições, melhor. Ao invés de consumir suco de caixinha pronto, consuma a fruta.


Segundo o Guia Alimentar Para a População Brasileira, produzido pelo Ministério da Saúde, uma alimentação saudável é aquela que:




  • Está em acordo com as necessidades de cada fase do curso da vida e com as




  • necessidades alimentares especiais;




  • É referenciada pela cultura alimentar e pelas dimensões de gênero, raça e etnia;




  • É acessível do ponto de vista físico e financeiro;




  • Harmoniza quantidade e qualidade;




  • É baseada em práticas produtivas adequadas e sustentáveis;




  • Contém quantidades mínimas de contaminantes físicos, químicos e biológicos.




7 dicas rápidas para melhorar a qualidade da sua alimentação


Levantados todos esses pontos para reflexão, agora vamos a uma série de dicas para você melhorar a qualidade da sua alimentação:


1. Consulte um nutricionista


Comece fazendo uma consulta ao nutricionista. Este profissional irá investigar como está sua alimentação hoje e te propor uma dieta equilibrada e balanceada.


Se necessário, ele solicitará alguns exames para verificar os níveis de colesterol, por exemplo. A orientação nutricional é muito importante.


2. Evite comida industrializada


Dez em cada dez nutricionistas vão te dizer para correr de alimentos industrializados. Quanto mais natural for a sua alimentação, mais saudável ela será.


Preparar sua própria alimentação ou comprar preparos naturais é sempre a melhor escolha.


3. Coma a cada três horas


O ideal é se alimentar a cada três horas. Para isso, tenha sempre por perto uma fruta. É prático e muito saudável comer uma fruta ou uma salada entre as refeições principais (café da manhã, almoço e jantar).


4. Não substitua a água


Consuma refrigerantes com bastante moderação. Nunca substitua a água, pois ela é fundamental para o seu corpo - ajuda a eliminar toxinas, diminui a pressão, melhora o metabolismo ao mesmo tempo em que hidrata.


5. Coma mais alimentos integrais


Para não esquecer desta recomendação, mentalize: trocar o branco pelo marrom! Alimentos integrais possuem mais nutrientes e mais fibras.


6. Diminua o consumo de sal e açúcar


O sal contém sódio, responsável por aumentar a pressão arterial e facilitar o surgimento de doenças cardiovasculares. Já o açúcar, quando consumido em excesso, aumenta as chances de diabetes entre outras doenças.


7. Coma com moderação


Coma uma quantidade razoável em cada refeição. Comer pouco e mais vezes durante o dia (a cada três horas, lembra?) faz muito bem e evita aumentar o peso, além de tornar o metabolismo mais equilibrado.


 


De zero a dez, quanto você se preocupa com a qualidade da sua alimentação? Você gostou dessas dicas? Deixe seu comentário!



Conheça agora os produtos da Brubins e veja como podemos ajudá-lo a elevar a qualidade da sua alimentação e a melhorar a sua saúde!

Comentários